Site da rede
Artistasgauchos.com.br
artistasgauchos.com.br

Literatura


No cafundó das estrelas 
Editora Paulinas, 2013

O livro é composto por poemas com temas variados, tais como ecologia, existencialismo, fisiologia, metalinguagem, animais, brincadeiras, imaginação... O ponto de intersecção entre os textos é a infância. O encanto dos poemas é a estética aprimorada e a utilização de vários recursos linguísticos.


Dias de verão
IEL / Corag, 2012

Dezenove contos costurados por uma só unidade: a contundência humana que os marca. Assim como é raro uma constância temática num livro de tantas histórias breves, também é raro o oposto, uma espécie de opulência estilística, na qual uma mimesis sintática traz à tona voz de personagens tão díspares quanto reveladores de uma condição social na média dos que lutam para ter acesso à vida mesma, de protagonistas de situações que marcam enquanto cena a alimentar narrativas que nos pedem, uma vez fechado o volume, imediata releitura.


Ana K
BesouroBox, 2012

Ana K é uma menina que cresceu sem a mãe, morta no parto, e foi criada pelo seu pai, atrapalhado e imaturo. A jovem quer buscar as razões e encontrar os significados para tudo que faz parte da sua vida - a falta da mãe, o amor confuso e possessivo pelo pai, a descoberta do amor verdadeiro. Ana K precisa dar significado à sua existência. Precisa conhecer sua história desde o amor dos pais. Precisa aceitar a morte da mãe. E deseja um pai que seja mais que um irmão mais velho. Ela tem que aprender a amar sem as dores e as culpas que sempre a acompanharam.

 


Houve um verão
Editora 8Inverso, 2012

'Houve um verão' é um romance de formação que acompanha uma personagem desde a infância até a vida adulta, com as lembranças dos amigos e a saudade dos momentos ao lado do pai.

 



 


Meu amigo Zac
WS Editor, 2012



Menino com pássaro ao ombro
Artes e ofícios, 2011

O menino-personagem dessa história de Sergio Napp traz um pássaro ao ombro. Desde o nascimento, carrega no seu olhar de infância a sensibilidade de observar a vida de um jeito mais demorado, enxergando nas coisinhas tão pequenas do cotidiano, muito mais do que elas mostram num olhar menos atento. E esse pássaro-poesia que acompanha o menino faz com que todas as aventuras que ele vai vivendo sejam muito especiais.

 



 


A pedra do conhecimento
Editora Paulinas, 2011

Em 'A Pedra do Conhecimento', Napp busca contar com a força e a pureza da criança para falar do desejo de querer transformar um mundo de riquezas mal divididas. Segundo a obra, essas são questões sem respostas, que estimulam debates e engajam-se na realidade.

 


Aqui dentro há um longe imenso
Editora Saraiva, 2010

O longe imenso que há dentro de cada um pode ser um milhão de qualquer coisa. Pode ser um vazio gigantesco, uma saudade apertada, um desgosto sem tamanho ou uma vasta incompreensão. Mas também pode ser decepção em não poder ajudar ou uma vontade irrequieta de fazer a diferença. Antes de ser uma narrativa poética sobre o esforço de salvar baleias das mãos de caçadores, das garras da cultura predatória, dos mares tingidos de vermelho, esta obra é uma reflexão sobre descobertas e tentativas de resgatar o humano que mora dentro de cada um. Um longe... imenso. Aqui dentro.

 



 


 


Se o menino tem asas
Editora Positivo, 2010

Se o menino tem asas, deixa a curiosidade solta e procura conhecer tudo, sem medo. A imaginação desse menino inventado por Sergio Napp é tão cheia de cor que busca transmitir alegria para quem lê.

ESGOTADO

 

das Travessias II
(poesia e letra de música)

WS Editor, 2009

Neste volume encontramos o lirismo do poema composto com clareza e precisão, com temas que transitam do urbano para o rural, como transitam do poema para a música. Acompanha um CD, com uma seleção de músicas, muitas já consagradas e de domínio popular, como, interpretadas por consagrados cantores e músicos do Rio Grande do Sul, algumas dessas letras foram elaboradas em parceria com grandes compositores gaúchos.

 


das Travessias (contos)
WS Editor, 2008

A idéia primordial de Das Travessias é a transversalidade das várias linguagens oferecidas ao leitor, o que possibilita a leitura não somente de cada texto, mas também do universo autoral.
Napp não teme os temas. Sustenta-os com uma boa história, permitindo a leitura do texto e a sua conseqüente interpretação, com prazer e deslumbramento.


 

Caixa de guardados
Travessa dos Editores/PR, 2006

"A idéia dos guardados, aquilo que se conserva apesar de tudo (mesmo quando não se deseja isso) funda uma poesia que não se deslumbra com a linguagem e seus malabarismos. Ao contrário: poesia sábia, que conhece os riscos da palavra e que a maneja com prudência e, até, alguma rapidez." José Castelio

 


Passarinhar-se
WS Editor, 2006

"Ariosto era gorducho, pesado, redondo. Uma tarde, ele estava sozinho sobre o telhado debulhando uma palavra - fosforescência - quando ouviu uma voz tão linda que mais parecia uma flauta em uma tarde de primavera. Aí..." começa a história. Walmor Santos


 


A Gangue dos Livros
WS Editor, 2005

"Trata de sentimentos diversos, mas todos permeados pela força de vontade de Fernando. A história é terna sem ser piegas e faz o leitor descobrir e reconhecer as personagens que constroem, cada um com seu jeito, uma história digna de ser vivida. E lida." Walmor Santos


 


Delicadezas do espanto
Editora Saraiva/SP, 2004

"Li cinco vezes desde que o recebi. Há tanta poesia ali, tanta corrente elétrica de poesia, surgindo de forma surpreendente em cada página, na mudança de temas, no uso das palavras. Comove, emociona, faz viver, acordar, sonhar. É um livro pra ler de um fôlego só. Para se reler. Todo dia." Márcio Renato dos Santos


 


Memória das Águas
Instituto Estadual do Livro, 2002

"Autor tomado de uma memória olfativa dos frutos e do vinho sobre a mesa, sua poética é feita de cortes lúdicos. As imagens seguem o andamento de uma escada, sem corrimão de apoio. Não sofre do medo de confessar sua inegável habilidade de ser vencido pela sensibilidade". Fabrício Carpinejar

ESGOTADO
 



 


Estranhos Sentimentos
WS Editor, 2000

" Sérgio Napp é também o criador de personagens que, aparentemente, moram na esquina de nossa rua, mas na verdade se perderam ou se acharam nas esquinas do mundo. Ternamente cruéis, magicamente comuns, aparentemente só possíveis no realismo mágico e, no entanto, tão nossas vizinhas, tão ao alcance da mão. Alguém que amamos ou odiamos". Nóia Kern

 


Pássaro dos dias de verão
Tchê, 1994

"Pegue as cores das vidas de pai e filho, embaralhe lentamente com sofisticação, distribua as cartas milimetricamente pela mesa e o resultado é o novo livro de Sérgio Napp. O livro é um caleidoscópio sensível de algumas vidas que o tempo separou. São dias para um conferir o sol do outro, reforçar lembranças". Tiaraju Brocktedt

ESGOTADO

 



 


Jogo de Circunstâncias
Tchê, 1993

"Jogo de circunstâncias surpreende. É arte, pura arte. A linguagem de Napp possui autonomia, tem sangue, instinto e sexo. Quanto à estrutura narrativa, o autor apresenta inovações: a partir da justaposição de histórias, sugere movimentos psicológicos em personagens de determinadas classes sociais. Já disse: tem de ser lido". Eduardo Jablonski

 


A Construção da Casa
Tchê, 1992

"É visível a linguagem coloquial sem excessos, admiravelmente plástica. Prefiro, aliás, ressaltar a potencialidade cantabile da poesia de Napp, que não fica muito a dever aos poetas mais consagrados". Fernando Py

 



 


 


Para Voar na Boca da Noite
Tchê, 1987

"Pode-se dizer tudo destas histórias do Napp: que são patéticas, engraçadas, trágicas, líricas, que são, enfim, humanas. Quem conhecia o trabalho dele, na música, sabia de sua sensibilidade. Gostei muito." Luis Fernando Veríssimo

ESGOTADO

 


Quintais da Madrugada
Tchê, 1985

"Cumpre ainda salientar que, nesses tempos em que a poesia anda tão complicada e misteriosa, a simplicidade de Sérgio Napp é uma vitória". Sérgio Faraco

ESGOTADO
 



 

Antologias

Ficção de Polpa - Volume 3
Não Editora, 2009

 



 
Contos de Algibeira
Casa Verde, 2007

 
Ficção de Polpa - Volume 1
Fósforo, 2006

 


 
A Caligrafia de Dona Sofia
André Neves

Paulinas, 2006

 
Mémoires d'eau
Revue de la Maison de la poésie Rhône-Alpes, 2006

 


 


 
Contos de Bolsa
Casa Verde, 2006

 
Gente Vida (A)
Nova Prova, 2006

 


 
Simplesmente Doar
Via Vida, 2005

 
Coletânea da Poesia Gaúcha
Assembléia Legislativa do RS, 2005

 

Paz Um vôo possível
AGE Editora, 2004


 
Antologia do Sul (A)
Assembléia Legislativa do RS, 2001

 


 

Brasil: receitas de Criar e Cozinhar - volume 2
AGE Editora, 2001


 
O Livro dos Homens
Artes e Ofícios, 2000

 

Brasil: Receitas de Criar e Cozinhar
Bertrand Brasil, 1998

 

Continente Sul / Sur (A)
Revista do Instituto Estadual do Livro, 1996

 



Marco Sul / Sur
Tchê, 1992

 

Acessos: 151209

site elaborado pela wwsites - sites para escritores